14 de jul. de 2022

ESPOSA QUE MATOU MARIDO COM PEDAÇO DE PÃO APÓS SER CHAMADA DE 'GORDA' É PRESA


Uma mulher que matou o próprio marido asfixiado com um pedaço de pão acabou atrás das grades na quarta-feira (13) após ser presa pela polícia. A suspeita, que não teve o nome divulgado, teria matado o servidor público Sérgio Carvalho Silva, de 51 anos, em 25 de junho, na cidade de Itajubá, no interior do estado de Minas Gerais. À época da morte do servidor, uma vizinha da mulher também foi detida, sob a suspeita de ajudar a amiga no crime. Ambas foram ouvidas e liberadas logo em seguida. A vizinha também foi presa na quarta. De acordo com a polícia, a esposa contou em depoimento que mentiu para o marido sobre um novo emprego. Ela disse que trabalharia como segurança, mesma profissão da vítima, e que, por isso, precisava de dicas de imobilização. A suspeita convenceu Sérgio a ensiná-la algumas táticas e a se submeter a ser amarrado com cadarços de tênis. Crime Enquanto estava com as mãos e os pés amarrados, o servidor público foi sufocado com uma camisa infantil. Após perder os sentidos, a esposa chamou a vizinha que, ao chegar na casa, percebeu que o homem ainda apresentava sinais vitais. A mulher, para simular um falso engasgamento, foi até à cozinha, pegou um pedaço de pão e enfiou na garganta do marido. A vizinha ligou para o Corpo de Bombeiros solicitando ajuda. Uma equipe de paramédicos socorreu o servidor, que não resistiu e morreu em uma unidade médica. Ainda de acordo com a polícia, a suspeita disse que era casada há 20 anos e que não sofria violência doméstica. Ela disse ainda que enquanto sufocava o esposo lembrava das vezes que era chamada de “gorda e velha” por ele.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :