2 de jul. de 2022

PAGUE SE PUDER E QUANTO QUISER: COMERCIANTE OFERECE HORTALIÇAS ÀS MARGENS DE ESTRADA NA BAHIA

 

— Foto: Acervo pessoal

“Pague quanto você acha que vale”. É com essa frase que os consumidores são recebidos ao buscar produtos na barraca do comerciante José Reinaldo, 56 anos, na zona rural de Serrinha, cidade a cerca de 180 quilômetros de Salvador. José planta hortaliças no meio da estrada chamada Guanabara, em uma região conhecida como Trem da Alegria, onde ele cultiva e repassa os produtos às margens de uma estrada de barro. Entre os produtos estão cebolinha, coube, alface e coentro. A iniciativa de não estipular preço para as hortaliças surgiu diante da demanda popular. Muitas pessoas que passavam pelo local perguntavam: “Moço, me dá um punhado de coentro”. “Normalmente as pessoas passam pedindo para levar. Então, tive a ideia de colocar uma placa e quem quiser pagar, paga.” Com a ação, as vendas triplicaram e a iniciativa viralizou em grupos de mensagem na região. “As pessoas vêm, acham a iniciativa interessante, tiram fotos e até divulgam. Está um sucesso nas redes sociais.” José deixa um pote no qual os consumidores podem depositar a quantia que desejarem. “As pessoas que compram sempre voltam e se surpreendem com a iniciativa, principalmente por ninguém levar o dinheiro. O potinho já passou o dia do lado de fora e ninguém levou”, conta.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :