15 de jan de 2019

PREFEITO POLONÊS MORRE APÓS SER ESFAQUEADO

 
Pawel Adamowicz, o prefeito liberal da cidade polonesa de Gdansk, morreu nesta segunda-feira (14) em decorrência de ferimentos a faca provocados no dia anterior, durante um dos principais eventos de caridade da Polônia, por um ex-preso. "Não conseguimos vencer", disse o ministro da Saúde da Polônia, Lukasz Szumowski, a jornalistas em transmissão da emissora privada TVN. Os médicos operaram Adamowicz por cinco horas, segundo a agência de notícias estatal PAP. As autoridades polonesas disseram que o dia do funeral de Adamowicz será declarado dia nacional de luto. Imagens de TV mostraram milhares de pessoas reunidas em homenagens por todo o país nesta segunda-feira, incluindo nas cidades de Gdansk e Poznan e na capital Varsóvia. Adamowicz foi atacado quando participava de um evento da Grande Orquestra de Caridade de Natal, que arrecada dinheiro para a compra de equipamento hospitalar. Após a morte do prefeito ter sido anunciada, o diretor da instituição disse que deixará o cargo. As imagens de TV que flagraram o ataque mostram um homem gritando "Adamowicz está morto!", subindo ao palco e esfaqueando o prefeito, que vai ao chão. Ainda em cima do palco, o agressor disse que o antigo partido do prefeito foi responsável por o colocar na prisão, onde afirmou ter sido torturado. O agressor foi identificado pelas autoridades polonesas como sendo um homem de 27 anos chamado Stefan, que foi solto da prisão no mês passado, depois de cumprir uma pena de 5 anos e seis meses por tentar roubar um banco. O nome completo dele não foi revelado. (Terra)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :